Para brincar e interagir

Uma casa feita de conexões

“O design como ponte entre os sentidos e o mundo”. Esta é a essência do trabalho realizado pelo designer Fabio Galeazzo e sua equipe ao se lançarem em experimentações na arquitetura. Diretor criativo do estúdio Galeazzo Design, com mestrado em Criatividade e Inovação pela Universidade Fernando Pessoa, em Portugal, Fabio se inspirou no movimento circular de uma dança indígena como ponto de partida para o projeto que deu origem à CASA MANUAL, no térreo do MorumbiShopping.

“Desse movimento surgiu o grande expositor/bancada: uma escultura capaz de integrar todo o ambiente em formato de espiral, coroado com 10 pétalas em madeira e bambu no centro do espaço”, conta. Um espaço onde a equipe da MANUAL propõe novas experiências, convivência e troca de saberes norteados pela CULTURA FEITA À MÃO.

Em entrevista, Galeazzo conta como foi esse processo criativo em parceria com o arquiteto André Nucci, e a surface designer Dani Gautio.

Qual o ponto de partida para o projeto da Casa Manual?
Pesquiso muito sobre a interface entre pessoa e ambiente e a Casa Manual é um dos primeiros projetos em que utilizamos essa pesquisa sobre como os ambientes podem interagir com seus frequentadores, e como estes podem adotar o ambiente como parte de si e como parte do próprio processo criativo. Essa é a brincadeira: quem entra lá adota o espaço para si, vivencia uma experiência e se sente pertencedor do espaço. Minhas principais referências não partem da arquitetura, mas sempre da arte. Para esse projeto estudamos danças primitivas, em especial a indígena brasileira. Encontramos a foto de uma tribo dançando em espiral, rodeada por ocas. Focamos no ritmo da dança.


SEU GRANDE DIFERENCIAL ESTÁ EM POSSIBILITAR QUE CADA UM CRIE SUA HISTÓRIA PARTICULAR A PARTIR DA INTERAÇÃO COM O AMBIENTE.


A partir daí, como foi a criação deste espaço?
Uma das pesquisas que fizemos foi um mergulho no Mercado Manual, de onde trouxemos motes como a palavra “sonho”. Depois, quando pesquisamos o fazer manual, entendemos que trata-se de uma comunicação entre a cabeça e as mãos por meio do coração. Ou seja, o coração faz uma ponderação entre o pensar e fazer. Isso nos levou a questionar como esse coração distribuiria energias entre o fazer e pensar. Foi quando chegamos à ideia do movimento primitivo, dessa espiral que parte do coração. O Mercado Manual propõe para o experimentador esse contato com a cultura do fazer pela sua pulsação. Pensamos aí em desenvolver essa espiral como um balcão onde as pessoas fazem, cada qual, um percurso num ritmo próprio. E no entorno, estão as ocas do fazer (espaço para as oficinas), do nutrir (restaurante e empório), do cantar (palco), do descansar (mobiliário-lounge), do trabalhar (mesas-cowork) e do brincar (Erê).

Qual o diferencial de projetos como este?
Seu grande diferencial está em possibilitar que cada um crie sua história particular a partir da interação com o ambiente. Uma conexão com a “criança” de cada um, despertando nossa porção lúdica deixada para trás quando partimos para a vida “adulta”. A espiral convida a todos a participar de uma grande dança em torno da cultura do fazer, onde artesãos e frequentadores passam a fazer parte de uma só família. A família do ritual do criar.

IMG_1707.jpg

OS AMBIENTES DE EXPERIÊNCIA SÃO O FUTURO DA ARQUITETURA E DO DESIGN


*Inaugurada em novembro de 2018, a CASA MANUAL, fruto de uma parceria com o MorumbiShopping, abraça a diversidade, a coletividade e, principalmente, a criatividade. Um projeto que envolve tanto um espaço para artesãos exporem e venderem seus fazeres manuais, como também compartilharem esses saberes em oficinas, talks e espetáculos. Uma programação totalmente gratuita feita sob curadoria da equipe MANUAL e em sintonia com a CULTURA FEITA À MÃO.

IMG_1727.jpg

Fotos: Fran Parente
Texto e Edição: Maju Duarte

Matéria originalmente publicada na Rede Manual:

https://redemanual.com.br/noticias/2019/2/5o-arquiteto-fabio-galeazzo-fala-sobre-o-brincar-no-projeto-da-casa-manual

Follow
...

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!